4.6.05

Beijo Roubado

o beijo Rodin

Ao passear pelos blogs roubei este beijo:

Um enorme perímetro

"Um beijo. A primeira partilha de carne. Tudo o que vem depois é doce elaboração. O primeiro beijo é mais íntimo do que a cama a nu; o seu pequeno perímetro contém já a primeira submissão e a traição final".

Ana Menéndez, Por Amor a Che.

3 comentários:

Antonio San disse...

Definição perfeita!

Mocho Falante disse...

Ao ver a foto lembrei-me logo de um poema de Eugénio de Andrade:

"Cala-te, a luz arde entre os lábios
e o amor não contempla, sempre
o amor procura, tacteia no escuro,
esta perna é tua?, é teu este braço?,
subo por ti de ramos em ramo,
respiro rente à tua boca,
abre-se a alma à lingua, morreria agora se mo pedisses, dorme,
nunca o amor foi fácil, nunca,
também a terra morre.

Querida Theo este blog está cada vez mais encantador, agora com relógios fazendo paracer-se com um livro de horas

Um beijo de amizade

Anónimo disse...

Oi, achei bem legal o seu blog e gostaria de poder divulgar o meu aqui.

O blog se chama beijo livre e é uma ONG que incentiva o beijo como demontração de carinho seja para com um amigo, amor, irmão etc...

É bem legal, vocês irão gostar!!!.

www.beijolivre.blogger.com.br

Obrigada Vanessa