25.5.06

A Solidão


A Solidão aflige-me, a dos outros...
A minha? a minha eu vou tapando com truques, aqui e além ainda existem uns buraquitos, mas não dá para cair fundo.
E depois não tenho tempo, auto me-atribuo tarefas cada vez mais incomportáveis com o espaço que medeia o despertar e o deitar, que antes de dormir, nas minhas insónias ainda só penso.
Mas a solidão dos outros aflige-me porque não posso ajudar, a não sei com meia duzia de palavras aqui e ali, ouvindo um desabafo que só por estar atenta decifro como uma maneira de não estar Só...às vezes pode fazer a diferença.
Não...
Faz sempre a diferença!

4 comentários:

Tareca disse...

Sei o que estás sentindo , porque sinto o mesmo que tu?! Desabafo, não se aflija por mim, fico bem , tenho a ti e a outros amigos que tanto gosto. Beijão e um xi bem apertadinho

Carlos Gil disse...

Já lá vai algum tempo que não passava por aqui para te ler, mas sempre que o faço, fico mais rica porque a sensibilidade e suavidade com que escreves sobre que tema fôr, enriquece qualquer um que te leia. Obrigado e continua sempre.

Beijinho grande

Paula

Rui disse...

Uma palavra consegue ser a melhor companhia.

Anónimo disse...

as vezes penso nisso...de ficar só, que medo!!!!!!!!!
bjs. Elsa