28.3.06

De Calatrava...



Sou fã de Santiago Calatrava, sempre que vou à Expo/98 (Parque das Nações para outros) fico a admirar a Gare do Oriente, hoje tirei até fotos.
A Expo/98 foi para mim um marco, uma maneira de reconhecer que somos capazes de fazer coisas, se para isso nos empenharmos.
Lá, na altura, foi-me possível, sem sair do país, sentir-me no estrangeiro civilizado, onde a democracia era um estado de espírito e onde me foi possível vislumbrar o povo português num futuro desejável e que já tarda…
Mas voltando ao dia de hoje… fui ao Vasco da Gama sobretudo para ver o filme “Boa noite e Boa sorte”, que não queria perder, era o último dos que me propus ver dos que tinham nomeações para os Óscares.
Correspondeu ao que esperava dele, duma sobriedade que só a abordagem pela rama da “caça às bruxas” de McCarty me deixou água na boca. Perfeito o desempenho de David Strathairn, que só a criatividade Philip de Seymour Hoffman impediu que ganhasse o Óscar, penso eu.
Quem, depois do 25 de Abril, se não se sentiu um pouco “vermelho”, red, ou simpatizante “pink”, no dizer de um observador…!

3 comentários:

Anónimo disse...

eu sou tua Fã. Também gosto do Calatrava e do apeadeiro.Beijos.Elsa

Mocho Falante disse...

Também ainda não vi o filme...mas vai ter que ficar na versão blockbuster

beijocas de Kanguru (eheheheh)

IO disse...

BELO 'post'!! - beijo, uma que espera ver o filme 'boa sorte' até ao fim da semana. Contaram-me que numa sessão as pessoas até aplaudiram no fim...