30.12.05

Rotina


Chego a casa e abro o computador, antes mesmo de tirar o casaco.
Esta ânsia de me interligar às pessoas faz de mim uma dependente, o que de todo não me agrada.
Lutei para me desligar de amarras e agora vejo-me assim ansiosa por estar sempre acompanhada.
Claro que a desilusão é grande pois cada um tem a sua vida e eu uns horários tolos para o normal das pessoas.
Questiono-me sempre se o limite da expectativa é demasiado alto, e se a culpa é minha se a resposta vem quase sempre abaixo do esperado.
Faço o que tenho a fazer, ponho o PC a dormir e saio para a rua.

6 comentários:

Carlos Gil disse...

Fazes bem Th, em carregar no botão. "ar fresco", às vezes penso que é o que (nos) faz falta

IO disse...

A ÉPI NIÚ IÃR, IO.

M.M. disse...

Nada como um passeio ao ar livre para nos "religar" à vida.

Caracolinha disse...

Fizeste bem minha linda ... mas, com ou sem horários trocados, nós cá estamos e estaremos para te mimar como tu mereces ...

Beijoca encaracolada :))))

Rui disse...

E onde andas tu?

Anónimo disse...

rrras-te-parta!! Gosto mesmo do que escreves e sei do que falas....sonhar e sorrir ao lembrar, também é bom...é doce.Nunca estamos sós quando nos lembramos dos outros, com amor.Um xi